Whilst I was away…

I managed to finish the socks I was knitting for Marta. They were meant to be ready for Christmas, but other priorities jumped up the queue. I knitted a pair of socks for both Marta and Liliana and again I did it on two circular needles for speed. As I practise it becomes less awkward but unfortunately not as enjoyable as knitting on four needles. I also started a Milo vest for Marta and I was so excited to use an experimental yarn that I’ve had since she was a baby to make something for her. However, I’m completely off the gauge and although knitting for a three year old it looks like it is for a child of seven years of age! I haven’t decided what to do about it yet. I may just carry on and finish it and save for when Marta is older but that seems to be an awfully long time. I could frog it and start it over or frog it and move on to different project. I’m leaning more towards my last option as we’re off to Brazil for two months  in about five weeks time  and there won’t be much time left for Marta to enjoy it. I’m also starting to think that my experimental yarn doesn’t lend itself so well to this pattern. The fabric is too busy looking to really make justice to the beautiful cable pattern.  I have a couple more projects gone wrong recently (will share later) so I hope this is not a trend for the New Year!

 

socks

Milo in progress

 

Enquanto eu estava na Filadélfia eu consegui acabar o par de meias que eu estava fazendo para a Marta. Era para ter ficado pronto para o Natal, mas outras prioridades furaram a fila. Eu fiz dois pares de meia para a Marta e Liliana e de novo eu usei duas agulhas circulares para ir mais rápido. Quanto mais eu pratico mas fácil fica, mas infelizmente eu ainda prefiro tricotar com as quatro agulhas. Eu também comecei um novo projeto, o colete Milo para a Marta, e estava animadíssima usando um fio experimental que eu tinha guardado desde que ela era bebê. No entanto, a minha tensão está complemtamente errada e apesar de eu estar tricotando o tamanho recomendado para três anos o colete parece que é para uma criança de sete! Eu ainda não decidi o que fazer a respeito. Eu posso acabar o projeto e esperar até a Marta crescer, mas não sei se quero esperar tanto tempo assim. Eu posso desfazer tudo e começar de novo na tensão certa ou  desfazer tudo e começar um projeto diferente. Eu estou mais inclinada a última opção uma vez que iremos para o Brasil em cinco semanas e nem vai dar tempo da Marta usar o colete direito. Além disso eu comecei a achar que o fio experimental não é o melhor fio para esse projeto. O padrão do tecido formado pelo fio não ajuda em nada a ressaltar o cabo tão bonito do modelo. Tem mais uns dois projetos que deram errado recentemente (que mostrarei em outra ocasião), espero que não seja uma tendência para o Ano Novo!

Leave a Reply

Your email address will not be published.