NYC

So, my holidays concluded with a two-day solo trip to NYC. A super treat only possible with the help of Warren and grandma Perky who looked after Marta and Liliana back in Philadelphia.

I’m not much of a shopper. In fact, whoever knows me personally knows that I couldn’t care less about shoes, handbags or clothes as far as mainstream fashion goes. So my trip to the Big Apple was much more about being in the city, enjoying my dear cousin who also hosted me and replenishing the wells with culture. The highlight being the amazing Pilobolus, a beautiful spectacle of body movement pushed to its extreme, that Luisa took me to see.

That’s not to say that I avoided shops altogether. I visited Anthroplogie just to see what the fuss is all about. I wasn’t disappointed but wasn’t impressed either. It felt to me like an Urban Outfitters, with its mix of clothes and things for the home, only for a more mature age group. Truth be said the items for the home ar very nice and sometimes crafty. I dropped by the lovely Purl Soho and admired (and was tempted) by all the beautiful yarns and the gorgeous fabric they carry. In special the super thin  cottons. I also payed a visit to my favourite bookshop in NY, the Japanese Kinokuniya. That is because of my love for Japanese things, in particular Japanese paper. Funnily enough I didn’t get any this time but couldn’t resist a sewing pattern book, incense and a couple of cloths for furoshiki wrapping. I also stumbled into M&J Trimmings and got a few ribbons from an incredible selection of everything trimmings!

I think I did pretty well considering I only had two days in a city that offers so much. I didn’t make it to the Moma this time and many other places I’d love to visit or re-visit, but I shall be back!

 

 

Eu concluí as minhas férias com uma visita solo a Nova Yorque. Dois diazinhos, bem rapidinho, mas delícia! E só foi possível com a ajuda do maridão e da avó que ficaram com as meninas na Filadélfia enquanto essa mamãe foi badalar.

Eu não sou muito de compras, e quem me conece pessoalmente sabe que eu não dou a mínima para sapatos, bolsas ou roupas da moda. Então a minha viagem a Grande Maçã foi mesmo para curtir estar na cidade com a minha prima querida e recarregando as baterias com muita cultura. O ponto alto sendo o fantástico Pilobolus, um grupo de dança que leva os movimentos do corpo ao extremo.

Não dar bola para moda não quer dizer que eu não tenha ido a nenhuma loja. Eu fui checar a Anthroplogie para ver porque falam tanto dela. Não me decepcionei, mas também não fiquei muito impressionada. Me pareceu uma Urban Outfitters, com sua mistura de roupas e coisas para a casa, só que para uma faixa etária mais madura. Verdade seja dita as coisas para casa são lindíssimas! Eu dei um pulinho na Purl Soho e babei (e fiquei tantada) com todos os fios e tecidos que eles tem. Em particular os algodões super leves da Liberty. Eu também fui a Kinokuniya, uma livraria japonesa que eu amo. Não comprei nenhum papel dessa vez, mas não resisti a um livro de moldes de costura, incenso e dois paninhos de furoshiki. E por último passei na M&J trimmings e comprei algumas fitas de uma seleção inc´rivel de tudo que você possa imaginar de fitas, botões, tachinhas…

Acho que até fiz bastante considerando que só estive lá por meros dois dias. Dessa vez eu não fui ao Moma nem a muitos outros lugares que eu gostaria de visitar ou revisitar, mas eu voltarei!

Leave a Reply

Your email address will not be published.