Adventures in doll making

 

It has been a long time since I’ve been wanting to make a doll for my girls. Since before we moved to Canada four years ago, actually. But only now Marta and Liliana are at an age that they not only play beautifully with dolls but they can also appreciate that I’m making one especially for them. One for each of them, I meant. Yes, I just had to jump knee deep into it and make two at the same time. Can’t keep it simple! There are plenty of very good online tutorials and books out there, but one of the reasons that also took me so long to get started is that I wanted to learn from someone with experience in making Waldorf dolls. There’s nothing like being shown how to do something and being able to ask questions, plus of course, the enriching social exchange with the teacher and other women in the group.  So, finally, this year my opportunity came along and I grabbed it straight away.  Progress is slow, but it is simply amazing to watch the dolls coming into existence. Each new step adds some personality to it. It’s quite amazing that the slightest tilt in the head already hints to a human expression. I never imagined the dolls had such an amazing anatomy! Watch this space for the progress.

============= *****==============

Tem muito tempo que eu ando querendo fazer uma boneca para as minhas meninas. Desde antes de mudarmos para o Canada há quatro anos atrás. Mas só agora a Marta e a Liliana estão na idade em que não somente brincam de boneca mas também sabem apreciar o fato de que eu estou fazendo uma especialmente para elas. Uma para cada uma, eu quis dizer. Pois é, em vez de simplificar…  Há vários paps na web e também muitos livros por aí, mas uma das razões porque eu demorei tanto tempo para começar foi porque eu queria aprender com alguém que tenha experiência em fazer bonecas Waldorf. Não há nada como aprender com quem faz, observando e podendo fazer perguntas.  E claro, ainda aproveitando do contexto social tão enriquecedor que é trabalhar com outras pessoas. Finalmente minha oportunidade chegou e eu a agarrei de imediato. O progresso é lento, mas é incrível de se ver as bonecas começando a tomar forma. Um traço de personalidade emerge com cada etapa da criação. Uma mínima inclinação na cabeça já dá a boneca uma qualidade humana. Eu nunca imaginei que as bonecas tivessem uma anatomia tão incrível! Fique de olho aqui para acompanhar o progresso das bonecas.

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.